Noticias

A Comunidade DiabeteNet.Com.Br tem como finalidade informar e interagir com os seus usuários. Antes de qualquer decisão ou atitude, é indispensavel a discussão sobre os pontos aqui abordados juntamente com médicos de sua confiança.

Associações criticam Porta dos Fundos por abordagem de diabetes em vídeo

14/08/2018 - https://tvefamosos.uol.com.br/noticias/redacao/2018/08/10/as

Um vídeo do canal de humor Porta dos Fundos vem sendo criticado por entidades de prevenção por sua abordagem sobre diabetes. No esquete, Gregório Duvivier interpreta um youtuber que decide fazer um desafio e tomar injeções de insulina após comer diversos alimentos calóricos.

Ao final do vídeo, o personagem acaba morrendo. O canal foi criticado por entidades e outros youtubers, que consideraram a representação, apesar de irônica, "transmite informações erradas sobre a doença".

A ADJ Diabetes Brasil foi uma das entidades que criticou o vídeo. "No intuito de fazer uma crítica a outros 'youtubers', [o vídeo] retrata o diabetes de uma forma errônea. Diabetes é uma doença crônica e um dos grandes problemas de saúde pública no nosso país. Além de transmitir informações infundadas sobre a doença, nota-se no vídeo a ridicularização do profissional de enfermagem e do uso indiscriminado da insulina, que pode acarretar sérios problemas de saúde, inclusive induzir ao coma ou até mesmo ao óbito", diz em nota.

A Sociedade Brasileira de Diabetes (SBD) também se manifestou contra o vídeo, que classificou como um "conteúdo extrememente perigoso". "Na tentativa de criticar outros produtores de conteúdo do Youtube, o personagem diz que vai injetar 25 mililitros de insulina no organismo, enaltecendo o uso indiscriminado e totalmente errado do hormônio, além de ridicularizar pessoas com diabetes e profissionais de saúde envolvidos no cuidado do paciente", diz a nota.

"Longe de ser considerada uma brincadeira, o diabetes é uma doença crônica, que acomete aproximadamente 13 milhões de pessoas no Brasil e cuja desinformação a respeito da condição ainda é grande", continua o texto, segundo o qual, uma pesquisa recente mostrou que apenas 5% dos brasileiros julgam necessário seguir orientações médicas para controlar a doença. "Dessa forma, vídeos como o produzido pelo Porta dos Fundos reforçam a disseminação de informações equivocadas e que podem causar, direta e indiretamente, danos à saúde da população".

A entidade pede a exclusão do vídeo, além de "uma retratação imediata às pessoas com diabetes, às suas famílias, aos profissionais que lutam pela educação em diabetes e a vigília diária para controlar os efeitos da doença".

Procurada, a assessoria do Porta dos Fundos disse que não vai se manifestar sobre o assunto.